Aos gritos de “Prefeito do povo, quero Carlin de novo” mais de 5 mil pessoas, entre vereadores, autoridades políticas, empresários e lideranças comunitárias, aclamaram Carlin Moura como prefeito de Contagem durante convenção do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), na sexta-feira (5/8), no Actuall Hotel.

A convenção, que confirmou a candidatura de Carlin Moura à reeleição para a Prefeitura de Contagem, também conta com uma ampla frente partidária composta por mais de dez partidos, entre eles: PDT, PT, PHS, PROS, PSDC, PTC, PMN, PTB, PRB e PEN. Siglas, que juntas, reúnem mais de 230 pré-candidatos a vereador (a) de Contagem. Ficou definido que o atual vice-prefeito, João Guedes (PDT), ocupará a mesma posição na chapa de Carlin Moura à reeleição.

Emocionado, o prefeito de Contagem e candidato à reeleição, Carlin Moura, ressaltou os avanços da cidade com o PCdoB à frente da gestão. “Fizemos um governo para as pessoas, com transparência e participação popular. Assim, construímos dois restaurantes populares, reabrimos a Funec, construímos a maior trincheira da cidade, a Trincheira do Itaú, revitalizamos os CSUs Amazonas e Eldorado, construímos Cemeis e novas unidades de saúde, além da nova UPA JK e da nova Maternidade. Queremos que Contagem continue seguindo em frente, com muito trabalho. É assim que se faz!”.

O vice-prefeito João Guedes destacou que ele e Carlin promoveram uma gestão popular à frente da Prefeitura de Contagem. “Fizemos um governo democrático, transparente, com ética e a serviço do povo. A participação popular foi uma das principais marcas desse governo. Fizemos muito e queremos continuar fazendo mais por essa cidade que tanto amamos. Governamos para as pessoas, com o objetivo de levar qualidade de vida para cada contagense”.

O presidente do PCdoB em Contagem, Pedro Amaral, destacou que a atual gestão à frente do município se pautou pela transparência, e que o reconhecimento do bom trabalho é sentido nas ruas e nos apoios políticos. “O PCdoB governa para as pessoas. Em Contagem, nesses três anos e meio, fizemos uma gestão transparente, incentivando a participação da população na vida da cidade. Com Carlin e João Guedes vamos continuar transformando essa cidade”.

O pré-candidato a prefeito de Betim, Vittorio Medioli, ressaltou que o que é bom tem que continuar. “Carlin Moura fez um grande governo, cuidando das pessoas, mesmo em época de crise. Ressalto a parceria com o Sada Cruzeiro, que ajudou a levar o nome de Contagem mundo afora”.

O deputado estadual Durval Ângelo enfatizou as parcerias entre o governo estadual e a prefeitura. “Contagem precisa continuar com Carlin Moura à frente da prefeitura para manter e avançar as parcerias em obras e projetos sociais com o governo estadual. Fui candidato em 2012 e, hoje, não tenho dúvidas. Apoio Carlin Moura porque é o melhor para Contagem”.

Posição reforçada pelo deputado estadual Geraldo Pimenta. “Carlin orgulha Contagem, exemplo de governo transparente, popular, unidade política. A cidade merece mais quatro anos de gestão do PCdoB para continuar crescendo com sustentabilidade”. Já Ricardo Faria, secretário estadual de Turismo, reforçou a qualidade da gestão em Contagem. “Nossa cidade virou modelo para as cidades mineiras de boa gestão e realização de obras. É uma administração que merece mais quatro anos para fazer ainda mais pelo município”.

O presidente estadual do PCdoB, Wadson Ribeiro, ressaltou o jeito PCdoB de governar. “Carlin Moura fez um governo para as pessoas, com participação popular, obras e projetos sociais”. A presidente estadual do PDT, Sirley Soalheiro, reforçou a parceria entrevista partidos. “A direção estadual do PDT apoio e defende a parceria com PCdoB em Contagem. Juntos, os partidos já fizeram muito para a cidade, e merecem mais quatro anos para Contagem continuar crescendo”.

A maior convenção partidária da história de Contagem contou com a presença da presidente estadual do PT, Cida de Jesus, do PDT, Sirley Soalheiro, do PCdoB, Wadson Ribeiro, os vereadores Arnaldo de Oliveira (PTB), Jair Tropical (PCdoB), Rogério Marreco (PCdoB), Zé de Souza (PT), Zé Antônio (PT), Ivayr Soalheiro (PDT), Leo Motta (PSDC), e Decinho Camargos (PHS), dos presidentes do PRB, Roberto Tibúrcio, do PMN, João Bosco, do PTC, Robson Braga, do PSDC, Alessandro Marques, e do vice-presidente do PROS, Xavier.

Mais votado no último pleito

Carlin Moura (PCdoB) é prefeito de Contagem (2013 a 2016), sendo o mais votado da história da cidade, segundo maior município da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Foi eleito com 205.446 votos, totalizando 65% dos votos válidos.

Também é vice-presidente de participação popular da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) (2015-2016) e tesoureiro da Frente Mineira de Prefeitos (FMP) para o biênio 2015/2017. Moura foi vice-presidente da Associação de Prefeitos da Região Metropolitana de Belo Horizonte (Granbel), no período de 2013-2014. Pela boa gestão realizada à frente de Contagem, recebeu o título de “Prefeito Amigo da Criança”, concedido pela Fundação Abrinq.

Nasceu na pequena cidade de Virgolândia, no Vale do Rio Doce, mas mora em Contagem desde os 12 anos. É o penúltimo dos 13 filhos do casal de lavradores, Valentim Soares de Andrade e Ísis Moura Soares.

O seu mandato tem sido pautado por grandes realizações, entre as principais destacam-se: a construção da Trincheira do Itaú, uma das maiores obras de Contagem em 30 anos, que integra um amplo plano de mobilidade urbana; a reabertura da Fundação de Ensino de Contagem (Funec); implantação dos primeiros restaurantes populares; construção de novos Cemeis; construção da nova Maternidade, da nova UPA JK e de novas unidades de saúde, além da instalação de 807 câmeras do “Olho Vivo” nas principais vias e escolas municipais da cidade.

Carlin Moura foi deputado estadual por dois mandatos. A sua trajetória política é marcada por uma ascensão rápida, em que foi vereador de Contagem durante dois anos, sendo eleito em seguida para o primeiro mandato como deputado estadual.

O início de sua experiência política se deu no movimento estudantil da Faculdade de Direito da UFMG, onde se graduou em Direito. Participou do Centro Acadêmico Afonso Pena, do Diretório Central dos Estudantes e ainda foi vice-presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE).

Formou-se em Jornalismo pela PUC Minas, mas escolheu como profissão o Direito Trabalhista. Atuou como advogado dos sindicatos dos Metalúrgicos de Betim e dos Petroleiros de Minas.