À frente de um dos municípios economicamente mais importantes da região sudeste, o prefeito de Contagem, Carlin Moura, concedeu uma entrevista ao Portal Vermelho e falou um pouco da transformação que vive nos últimos anos uma das principais cidades administradas pelo PCdoB.

  • Facebook
  • Twitter

Prefeito Carlin Moura à frente de um dos municípios que mais desenvolve no Brasil

Não é em vão que Contagem está entre as 300 cidades brasileiras escolhidas para receber a tocha olímpica dos jogos de Rio 2016. Confira como foi nossa conversa com Carlin, uma das principais lideranças políticas em Minas Gerais, e que reúne experiência no legislativo como deputado estadual e vereador para fazer de Contagem uma cidade que cresce em ritmo acelerado para tornar-se um dos maiores pólos industriais do país.

Vermelho: Hoje Contagem é a principal administração do PCdoB entre os municípios do sudeste do país. Foi difícil no início da gestão diante do cenário que você assumiu a cidade implantar um novo jeito de administrar? Quais foram as principais ações desenvolvidas para iniciar essa transformação que o município vive nos últimos anos?

Carlin: Contagem é uma cidade com mais de 640 mil moradores, com oito regionais e mais de 300 bairros. Uma cidade metropolitana desse tamanho apresenta demandas em mobilidade urbana, saúde, educação, segurança e social. As nossas prioridades de governo contemplam todos os setores, com ênfase especial no social.

Assumimos a cidade com o propósito de promover o crescimento econômico, urbano e social da cidade e melhorar a qualidade de vida das pessoas. Nosso foco tem sido atender a nossa população, dando continuidade àquilo que estava bom e priorizando fazer o que ainda não havia sido feito pelas administrações passadas.

Desta forma, estamos honrando os compromissos assumidos com os contagenses e priorizando as reais necessidades da cidade. Como primeiro ato de governo, logo na posse, cumprimos um dos principais compromissos de campanha, ao reabrir 14 unidades da nossa Fundação de Ensino de Contagem, a Funec, que haviam sido fechadas.

Em 2013, nosso primeiro ano de governo, mobilizamos as pessoas e juntos fizemos um amplo diagnóstico, elencando as prioridades da cidade em diversas áreas, por meio do Planejamento Participativo, que foi construído com intensa participação popular, com muito diálogo com a sociedade civil organizada. Moradores, lideranças comunitárias, religiosas, políticas e empresariais, movimentos sociais, dentre outros segmentos da sociedade civil organizada foram convidados a apresentar propostas para ajudar a construir o planejamento da cidade, pensando nas necessidades de cada região, preparando Contagem para o futuro.

O Planejamento Participativo resultou no nosso Plano de Metas e Resultados, Contagem Faz, que prevê um conjunto de entregas em obras, programas e serviços até 2016. Serão mais de R$ 1,2 bilhão em investimentos para a construção de trincheira, viaduto, novas escolas fundamentais e infantis (Cemeis), novas unidades de saúde, moradias populares, dentre outras ações que vão mudar a vida das pessoas, além de promover o desenvolvimento sustentável da cidade.

  • Facebook
  • Twitter

Obras da Trincheira do Itaú

A nossa boa relação com o governo federal garantiu para Contagem recursos de mais de R$ 220 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento, o PAC 2, que são aplicados em obras de mobilidade urbana. Por meio desse programa, já demos início a construção da Trincheira do Itaú, uma obra esperada há anos, que vai melhorar o trânsito em um dos pontos de maior fluxo de veículos de Contagem. Como parte desse pacote, também serão construídas avenidas e viadutos que ligarão diversos corredores da cidade. Em parceria com a Copasa, e fruto da ótima relação com o governo estadual, estamos realizando mais de R$ 280 milhões em obras de saneamento e urbanização. Essas obras prevêem a construção de novas avenidas sanitárias, canalização de córregos, ligações de esgoto, e várias outras ações da Meta 2014, que vão contribuir com a despoluição da Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte. Em 2013, já entregamos uma obra solicitada há mais de 20 anos pela comunidade da região do Nacional: a avenida sanitária do Nacional, que melhorou muito a vida das pessoas daquela região.

Ainda realizamos mais de 500 obras de pavimentação, implantação de rotatórias, drenagem, recapeamento, construção de passeios, renovação da sinalização e construção de alças viárias. Aceleramos as obras de construção da avenida Imbiruçu, no bairo Petrolândia, e estamos dando celeridade às obras de revitalização do Centro Social Urbano (CSU) do bairro Amazonas. Sem contar que já revitalizamos mais de 80 praças por toda cidade.

Na saúde, vamos entregar em agosto, mês em que a cidade completa 104 anos de emancipação política, o novo Pronto-Socorro do JK, que vai agilizar e melhorar o atendimento de urgência e emergência do município. Também está prevista, ainda este ano, a entrega da nova Maternidade Municipal, que vai aumentar o número de partos para 600/mês. Já entregamos quatro Unidades Básicas de Saúde (UBS), reformamos outras três unidades, e demos início à construção de cinco novas unidades de saúde, nas regiões do Nacional, da Ressaca e da Sede, dentro do pacote para a construção de 18 UBSs, assinado em 2013. Como forma de descentralizar a saúde e reduzir a fila de espera para as consultas especializadas, inauguramos o segundo Centro de Consultas Especializadas, na Ressaca.

Na Educação, inauguramos sete novos Cemeis, abrindo 1.050 novas vagas para Educação Infantil. Estamos construindo mais duas novas escolas municipais, na região do Petrolândia, com previsão de entrega neste ano. Para promover a segurança de alunos e profissionais da Educação, foram implantadas 685 câmeras de videomonitoramento em todas as escolas município. Estamos investindo na Funec, com a ampliação das vagas para os ensinos médio, técnico e profissionalizante.

  • Facebook
  • Twitter

Prefeito Carlin Moura na inauguração do CEMEI Linda Vista

  • Facebook
  • Twitter

Inauguração do CEMEI Linda Vista

São várias ações já realizadas por nós neste governo, onde também destacam-se a instalação de 92 câmeras de videomonitoramento, do Programa Olho Vivo, nas principais ruas e avenidas da cidade; a construção de dois restaurantes populares e a entrega, que faremos ainda este ano, de mais de 400 moradias para as comunidades carentes, realizando o sonho da casa própria destas famílias.

Uma outra iniciativa muito positiva resultou num dos maiores programas de limpeza urbana que a cidade de Contagem já teve, o “Brigada da Limpeza”, que além de conscientizar as pessoas, promove o trabalho conjunto entre poder público e a população para manter a cidade limpa. Também está em andamento, o Programa Exercita Contagem, onde mais de cinco mil pessoas se reúnem semanalmente para se exercitar em 25 espaços, entre praças e estádios esportivos, com orientação de profissionais da Secretaria de Esportes e das equipes da Secretaria de Saúde.

Há algumas décadas, Contagem era a segunda economia do estado de Minas Gerais, lugar hoje ocupado por Betim. Muitas empresas voltaram a procurar o município para novos investimentos. Como você avalia esse momento da cidade e o que é mais atrativo hoje para quem quer investir em Contagem?

O parque industrial de Contagem possui vocação diversificada com distribuição geográfica por toda a cidade. Os parques industriais, entre públicos e privados, representam 20% da economia do município. Contagem abriga todos setores da indústria de tecnologia de ponta, extrativa mineral, produção material não metálico, indústria metalúrgica, indústria mecânica, elétrico e comunicação, material de transporte, madeira e mobiliário, papel e gráfica, borracha, couros, indústria química, indústria têxtil, indústria de calçados, alimentos e bebidas, serviços de utilidade pública, construção civil, comércio varejista, comércio atacadista, instituição financeira e muitos outros.

O setor industrial investe permanentemente em novas tecnologias e estamos no processo de pesquisa e desenvolvimento para atrair mais indústrias para Contagem e tornar a ocupar o 2º lugar no ranking Nacional.

Em sintonia com esse processo da vocação industrial do nosso município, realizamos, no ano passado, o Seminário “A Participação da Indústria de Contagem e de Minas Gerais nos Projetos Estratégicos da Indústria da Defesa do Brasil”. Sabemos que Contagem tem capacidade para ampliar seus arranjos produtivos e atender a base da indústria brasileira e nacional da defesa. A ideia é aproveitar o nosso parque industrial e as empresas já instaladas no município. Temos hoje fornecedores na cadeia produtiva que suporta a Indústria da Defesa, nos mais variados setores. Contamos ainda com diversas universidades e ensino técnico profissionalizante, além de uma grande parceria com federação industrial e todo Sistema S (Sesi, Senai, Sesc, Senac e outras entidades). Agora em junho, inauguramos uma fábrica de tratores agrícolas da empresa Italiana Landini, a primeira unidade fabril da empresa fora da Itália.

A cidade também faz parte do Vetor Oeste, composto ainda pelos municípios de Belo Horizonte, Betim, Contagem, Ibirité, Sarzedo, Mário Campos, Bicas, Juatuba e Mateus Leme. O Vetor Oeste é Responsável por 83 % do Produto Interno Bruto (PIB) de toda a RMBH, o que representa 40% da economia de Minas Gerais, e reúne 25% da população do nosso Estado. Estamos estrategicamente localizados entre as principais rodovias que dão acesso a outros grandes centros nacionais. Temos um arranjo econômico dinâmico e versátil e, por isso, é importante nos valermos disso para gerarmos emprego, renda e qualidade de vida aos contagenses.

Já há muitos anos o município não cobra IPTU dos munícipes. Você assim que assumiu manteve esse compromisso. Sabe-se que Contagem é uma das cidades com maior isenção fiscal no país devido a isso. Hoje, observamos que muitos municípios têm dificuldades de cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal e, no entanto, Contagem além de isentar o IPTU compromete boa parte da arrecadação em Saúde, acima do que é exigido por Lei. Qual é a equação para chegar a esse resultado?

Isso é resultado de planejamento e boas relações estabelecidas com os governos estadual e federal. Acreditamos que a isenção do IPTU Residencial é uma conquista do povo de Contagem, que deve ser preservada. Por isso, temos buscado outras parcerias para promover o desenvolvimento do município e garantir os investimentos sociais que a nossa cidade precisa.

Diante do cenário de incertezas e pessimismos fabricados pela oposição junto à grande mídia, que insiste em colocar o Brasil numa crise maior do que vivemos de fato junto com boa parte dos países emergentes, pode-se afirmar que Contagem cresce na contramão desse discurso oposicionista? Como o senhor avalia esse momento político que enfrentamos de fabricação de um golpe por parte da direita conservadora junto com as mídias e o judiciário?

Tenho uma visão muito otimista das potencialidades do Brasil de hoje. Apesar das repercussões da crise internacional sobre nossa economia, o Brasil está trabalhando para retomar o crescimento econômico. Acredito que a economia do Brasil vai superar essa crise internacional e o país vai sair muito maior. Nesse contexto, a cidade de Contagem vai ter um papel estratégico e quem ganhará com isso somos todos nós, contagenses, mineiros e brasileiros. Acredito que é justamente neste momento, que o investimento público tem que ter um papel ainda mais estratégico, já que o investimento privado fica na defensiva e desconfiado.
Por isso, temos que fomentar uma grande campanha para o aumento de financiamentos públicos em obras de infraestrutura e engenharia nacional.

Contagem é o hoje um dos maiores canteiros de obras do país, muitas delas já anunciadas para serem entregues este ano. Até o final da sua administração nesse mandato, quais são principais desafios a serem superados?

O grande compromisso com os contagenses é realizar um conjunto de entregas em todas as áreas, previstas no nosso Programa de Metas e Resultados, Contagem Faz, como já expliquei anteriormente. São mais de R$ 1,2 bilhão de investimentos em 175 entregas.
O nosso programa representa respostas concretas para os anseios de nossos cidadãos. Conseguimos um recorde na alavancagem de recursos nos primeiros anos de mandato, viabilizando aportes a fundo perdido e financiamentos da União e do Estado e de órgãos de fomento. A percepção da intensa atuação da Prefeitura de Contagem será sentida por todos, bem como os resultados positivos produzidos por tantas novas escolas, creches, UPA, maternidade, unidades de saúde, viadutos, estações, restaurantes populares, moradias, urbanização, saneamento, entre outras realizações.

O nosso grande desafio continua sendo as áreas de saúde e segurança, que é um problema vivenciado por todas as cidades brasileiras. Para enfrentá-los, estamos trabalhando como nunca. Agora, em agosto, entregaremos o novo Pronto-Socorro do JK, e estamos trabalhando para que ele ofereça um atendimento eficiente à população, ampliando os atendimentos de urgência e emergência, além de oferecer mais conforto e comodidade para as pessoas. Vamos entregar também a nova Maternidade Municipal, e promover a reforma do nosso Hospital Municipal. Acredito que com essas ações melhoraremos, consideravelmente, a qualidade do atendimento da saúde em Contagem. Também estamos fazendo a nossa parte para fortalecer a segurança pública. Fomos a primeira cidade de Minas a autorizar o armamento da Guarda Municipal, estamos reforçando a guarda, com treinamentos continuados, além de instalar 92 câmaras de videomonitoramento do Programa Olho Vivo nos principais corredores da cidade e apoiar a instalação da 282ª Cia da PM, na região do Petrolândia.

Por George Cardoso
Fotos: Fredericus Augustus e divulgação