O diretório do Partido Humanista da Solidariedade (PHS) de Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, realizou, na tarde de sábado (30), a convenção que tornou oficial a pré-candidatura de Vittorio Medioli à Prefeitura de Betim. O evento aconteceu na sede do partido, no centro de Betim e contou com a presença de Carlin Moura (PCdoB).

De acordo com o pré-candidato à Prefeitura de Betim, Vittorio Medioli, o PHS montou uma coligação ampla composta por 15 legendas; PMB, PRTB, PMN, PV, DEM, PCdoB, PTdoB, PRB, PTC, PSDB, PR, SD, PSD, PP e PTN. O presidente do PHS acredita que a proposta do partido é a melhor para Betim e contar com o apoio do prefeito Carlin Moura para o projeto de reconstrução da cidade, que é motivo de orgulho.

Na presença de cerca de 1.300 pessoas, Medioli disse que pretende encontrar um conceito que possibilite colocar o município na rota do crescimento. Somente um governo pautado no diálogo e na participação ampla das legendas, vai fazer de Betim uma cidade próspera onde impere o respeito, a solidariedade e a qualidade de vida.

Carlin Moura (PCdoB) ressaltou a importância de uma administração em parceria entre as duas cidades – Contagem e Betim. Pelo fato de serem vizinhas, todos os investimentos na saúde, educação, segurança e saneamento básico refletem, imediatamente, uma na outra.

Finalizou dizendo que o PHS tem em seu projeto de governo atrair novas empresas para a cidade e isso é muito positivo porque gera empregos, renda, oferta e procura por serviços, aumentando o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Já o deputado estadual Geraldo Pimenta acredita que teremos uma Betim de novos tempos. A cidade enfrenta graves problemas na saúde, na educação e na segurança pública e somente uma governança forte pode restabelecer o equilíbrio na cidade.