Jô Moraes | Deputada Federal e Presidente do PCdoB Minas

jo_moraes
  • Facebook
  • Twitter
O maior desafio que o país vive hoje é garantir que a crise mundial não atinja a vida dos brasileiros naquilo que é mais importante: emprego e abastecimento. O governo da Presidenta Dilma tem tomado medidas, em diferentes níveis, para manter a economia funcionando. Procurou baixar os juros, reduziu os impostos de alguns produtos, levou os bancos públicos a facilitar linhas de crédito para pequenos empreendedores e barateou a energia. Dilma procurou aumentar os investimentos com os Planos de Aceleração do Crescimento e Minha Casa, Minha Vida.

Todas essas medidas fizeram com que o país vivesse hoje um dos mais baixos níveis de desemprego e a maioria dos trabalhadores alcançassem algum aumento real em seus salários.

Evidente que não estamos livres dos problemas que a crise mundial pode provocar. Um deles é a redução de nossas exportações, principalmente os produtos mineiros de aço, café e soja. E o outro são as dificuldades que nossa indústria vem enfrentando nesse momento. Por isso, a necessidade dos governos estarem sempre estimulando os empreendimentos para garantir empregos. Quando a Prefeitura de Contagem iniciou seu governo acelerando a liberação de alvarás tinha em conta o peso que a cidade tem na economia mineira e a necessidade de manter mais empresas funcionando.

Num quadro como esse em que o mais importante para o país é elevar o ritmo de seu crescimento, as forças de oposição à presidente Dilma procuram criar confusão e apresentar propostas que não favorecem ao povo. Nos primeiros meses do ano houve um aumento no preço de alguns alimentos. A oposição logo veio pregar que o melhor remédio para combater a inflação seria aumentar os juros e ampliar o desemprego. Diziam eles que os trabalhadores comprando menos, os preços baixariam.

Os grandes órgãos de comunicação vêm somando suas vozes às forças de oposição procurando desacreditar o caminho começado por Lula e continuado pela presidente. A população não tem entrado nessa conversa.

É num momento como esse que o PCdoB em Contagem compreende a importância de somar forças com todos os partidos aliados para dar sua contribuição ao projeto de desenvolvimento em curso no país. E fazer com que Minas Gerais mude sua orientação para agregar valor a sua produção, superar as desigualdades regionais e garantir uma governança democrática.